A Jangada de pedra

A.jangada.de_.pedra_.José.Saramago

Para emprestar esse livro ou ver outros livros disponíveis, clique AQUI!

Contracapa: “Mãe amorosa, a Europa afligiu-se com a sorte das suas terras extremas, a ocidente. Por toda a cordilheira pirenaica estalavam os granitos, multiplicavam-se as fendas, outras estradas apareceram cortadas, outros rios, regatos e torrentes mergulharam a fundo, para o invisível.” Pois os Pirineus racham-se por inteiro: a Península Ibérica se desgarra do resto do continente e passa a flutuar no oceano como uma ilha – uma jangada de pedra. “A esse espetacular acidente geológico somam-se outros insólitos que unem os quatro personagens principais do romance numa viagem apocalíptica e utópica pelos caminhos da linguagem e, por meio dela, pelos da arte e da cultura peninsulares”, nas palavras do poeta Carlos Vogt. Um grande romance de um dos maiores escritores da literatura em língua portuguesa.

Anúncios

Um pensamento sobre “A Jangada de pedra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s